Controle de Estoque: 10 dicas para fazer o seu

O controle de estoque é um processo de organização que merece atenção independentemente do tamanho da empresa. Seja o seu negócio um minimercado ou um empreendimento com filiais no mundo todo, pensar no controle do estoque é garantir que erros comuns não aconteçam, como a inesperada falta de produtos, embalagens inteiras fora do prazo de validade, desorganização das prateleiras por ter produtos em excesso, enfim, o controle de estoque é primordial para uma boa organização. Além disso, manter um estoque ótimo é garantir e manter a lucratividade sustentável da empresa, visto que os produtos podem ser comprados no momento certo e sem risco de desperdício.

Tenha um estoquista de confiança

Ter um profissional capacitado e de confiança realizando o controle de estoque é fundamental para garantir eficiência no processo. Este profissional será o encarregado das entradas e saídas de itens, a organização nas prateleiras, estará atento quanto à validade, ou seja, poderá evitar quebras e desvios neste setor.

Estabeleça um padrão de organização

Existem diferentes maneiras de realizar o controle de estoque de uma empresa. Uma delas, por exemplo, controla os produtos por ordem cronológica; outra faz o acompanhamento do estoque por meio do preço das mercadorias. O importante é definir a melhor técnica para o seu estoque e permanecer com ela.

Contabilize o inventário

Ou seja, conte os produtos em estoque. Saber exatamente a quantidade de cada item estocado garantirá um panorama real do que está parado, do que precisa ser adquirido, do que está em excesso… Fique atento ao controle de estoque para melhorar o processo!

Crie um esquema de organização

Para melhorar o processo de conferência e controle de estoque, é importante criar um esquema de organização para os produtos. Com esta organização, é possível separar produtos similares, além de facilitar o acesso aos que são mais utilizados e, claro, o controle do estoque.

Realize controles periódicos

Com o controle periódico do estoque, não apenas a questão da validade, excesso ou falta de produtos pode ser sanada, mas também possíveis problemas e falhas de operação. Ter um ritmo ciclo de controle é fundamental para não errar mais na hora de verificar os produtos.

Planeje as compras com base nas movimentações anteriores

Avaliar o histórico de compras não é importante apenas para uma compra mais eficiente de produtos, mas é também uma forma de saber quando um item é necessário e quando não, já que a sazonalidade pode interferir na necessidade ou não da mercadoria.

Negocie com fornecedores

Na hora de fechar um negócio com um fornecedor, é preciso estar atento não apenas no preço e na qualidade dos produtos, mas também no prazo de entrega. Fornecedores ágeis e flexíveis com a entrega podem evitar que você fique sem mercadoria e, assim, tenha prejuízos.

Faça queima de estoque quando necessário

É muito comum no comércio ter produtos que não tenham saída suficiente ou fiquem “encalhados” nas prateleiras. Para resolver este problema, uma opção é fazer uma liquidação destes itens. Assim você libera espaço para produtos mais rentáveis e com maior saída.

Faça um controle de estoque rígido

Para manter o controle do estoque e não se perder, é importante que este processo seja seguido à risca! Por isso, é preciso ficar muito atento à entrada e saída de itens, ao registro de venda, à reposição… Tudo isso garantirá que o estoque não se descontrole completamente.

Conte com um software

Com a tecnologia cada vez mais avançada, uma boa opção é ter um software de controle de estoque. Ele não resolverá os problemas, mas auxiliará no momento da compra, precificação e em questões operacionais, podendo agilizar e melhorar processos.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *