Passo a passo fácil para você abrir seu MEI - Maquineta Rede Celcoin

Microempreendedor Individual: passo a passo fácil para você abrir seu MEI

Quer ser o seu próprio chefe, obter uma renda extra ou até mesmo formalizar seu negócio? Então você deve abrir um MEI! As razões para aprender como um Microempreendedor Individual são inúmeras e ainda podem trazer muitos benefícios.

Se você ainda tem dúvidas de como abrir uma empresa MEI, estamos aqui para ajudar você!

Abrir uma empresa MEI tem sido a solução que muitos brasileiros encontraram para conseguir aumentar a renda. Ter um negócio próprio é uma boa alternativa em tempos de alta taxa de desemprego. Ter um CNPJ como Microempreendedor Individual é muito fácil, no entanto, mesmo com o registro gratuito e diversas outras facilidades, é preciso seguir procedimentos e cumprir algumas obrigações.

Para ajudar você nessa nova jornada como Microempreendedor Individual, preparamos um passo a passo fácil para você abrir seu MEI.

1º passo: Verifique as atividades permitidas

Para se enquadrar como MEI é preciso ter como “profissão” ou prestação de serviços algumas atividades que são permitidas pelo Governo. Clicando aqui, você verifica a lista completa das ocupações legalizadas.

2º passo: Confira se você atende as condições para ser MEI

-Você pode contratar no máximo um empregado ou empregada, que receba o piso da categoria ou 1 salário mínimo;

– Você não pode ser ou se tornar titular, sócio ou administrador de outra empresa

– Não pode ter ou abrir filial

– Poderá ter um faturamento anual de até R$81.000,00 por ano, ou proporcional* no ano de abertura

No ano de abertura, o limite será proporcional ao número de meses em que a empresa atuar, levando em consideração a média de faturamento de R$ 6.750,00 por mês. Por exemplo, se você se formalizar no mês de junho, o seu limite de faturamento, até? o final do ano, será de até R$ 47.250,00 (7 meses x R$ 6.750,00 por mês).

3º passo: Veja os documentos necessários

– Dados pessoais: RG, dados de contato e endereço residencial;

Dados do seu negócio: tipo de ocupação, forma de atuação e local onde o negócio é realizado;

– Senha de acesso ao Portal de Serviços do Governo Federal – gov.br

– Possuir conta no gov.br no nível Prata ou Ouro;

4º passo: Formalize o seu cadastro como MEI

Agora você chegou ao momento tão esperado!

Para realizar seu cadastro acesse o site Quero ser MEI, em seguida clique em “Formalize-se”.

Você será levado a página de acesso ao site do Governo, faça o login usando o seu CPF e senha. Caso ainda não tenha conta, faça a sua selecionando “crie a sua conta”.

Ao realizar o login, você estará no “Portal do empreendedorinscrição MEI”, em que terá um campo para inserir o número do recibo da sua última declaração do imposto de renda. Se você não tiver esse número em mãos, acesse o site da Receita Federal na área do e-CAC. Caso você não seja um declarante do imposto de renda, não tem problema!   Mais para frente o sistema vai pedir o seu título de eleitor.

Em seguida, você será levado a uma tela preenchida com os seus dados, confira se está tudo certo. Se algum campo estiver em branco, preencha com os seus dados. O nome da pessoa não pode ser alterado, ele fica com seu nome de pessoa física, mas você pode criar um nome fantasia aqui mesmo se quiser, esse campo é opcional. 

No campo “Capital social” coloque o valor do capital que você tem para abrir o seu negócio. Em “Atividades” você deverá escolher a sua ocupação principal e até 5 atividades secundárias, se for preciso você poderá editar essas atividades depois. No campo “Forma de atuação” selecione todas as formas que o seu negócio irá atuar. 

Agora, você deverá preencher o endereço do seu negócio. Caso seu negócio não tenha um espaço físico você poderá usar o seu endereço residencial.

Leia atentamente e aceite os termos de responsabilidade CNAE e clique em “continuar”. Você verá uma tela com todos os dados que você informou, confira novamente e se todos os campos estão corretos e clique em “confirmar”.

Pronto! O seu MEI está aberto.

Na tela será possível baixar o CCMEI (Comprovante da Condição do Microempreendedor Individual), em que consta o número do seu CNPJ. 

Simples não é mesmo? Oficializando-se como MEI, você terá a licença para exercer as suas atividades formalmente, de forma legalizada e com todas as vantagens do Microempreendedor Individual.

You May Also Like

4 dicas para deixar de ser empregado e virar empreendedor

Saque Extraordinário: entenda como funciona

Ganhe dinheiro sendo um Agente de Viagens pelo app Rede Celcoin

5 dicas para empreendedores iniciantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.