Passo a passo para vender online nos maiores e-commerces varejistas

Na contramão da crise, o setor fechou o ano de 2016 com crescimento de 7,4%, faturando 44,4 bilhões segundo o Ebit. Foram 48 milhões de pessoas que realizaram pelo menos uma compra em ambiente digital em 2016, um aumento de 22% com relação a 2015. Em 2017, o faturamento de lojas virtuais deve chegar a R$ 49,7 bilhões.

Isso já é razão suficiente para vender online seus produtos, não é? O e-commerce tem sido um dos setores que mais cresce no Brasil e a demanda por novos produtos não acaba nunca. Quer vender online seus produtos mas não pode competir com grandes lojas como Americanas, Submarino, Shoptime, Extra, Mercado Livre, entre outras? Vem com a gente entender o passo a passo para começar a vender junto com grandes lojas e aproveitar a visibilidade dos marketplaces.

O que são marketplaces?

Tratando especificamente do espaço virtual, os marketplaces são espaços onde diversos produtos, de inúmeras lojas diferentes, são comercializados. É como um shopping virtual, onde existe a relação entre o lojista e o marketplace e a relação entre o marketplace e o consumidor final.

Para quem compra, a experiência é a mesma de acessar uma loja virtual comum. A diferença está na diversidade de marcas, fornecedores e produtos, que será muito maior dentro de marketplaces.

Como escolher meu marketplace?

O primeiro passo é selecionar em qual marketplace seu produto se encaixa melhor para a venda. Existem três tipos de marketplaces: massa, nicho e boutique. Os marketplaces de massa são aqueles que comercializam um leque mais amplo de produtos, com maior variedade de estoque, como Mercado Livre, Extra, Walmart, entre outros.

Já os marketplaces de nicho são aqueles que selecionam um determinado público e produtos específicos para trabalhar, como acontece com o Enjoei e o Elo7. Os marketplaces de boutique vão até a outra ponta, apresentando produtos de alto valor agregado e exclusivos, como o Farfetch.

Depois de escolhido seu tipo de marketplace, procure selecionar aquele que apresentar as melhores condições para você durante o cadastramento, que passe credibilidade e segurança na hora da venda de seus produtos.

Como cadastrar no marketplace?

O cadastro na maioria dos marketplaces é bastante simples. Você irá acessar o setor de lojistas e preencher os dados de sua empresa. Certifique-se de todas as condições estabelecidas pelo marketplace em termos de comissão de produtos, taxas, responsabilidades com relação ao consumidor final, entre outros.

Depois de cadastrado, você passará por um processo de aprovação que leva em média 30 dias e a partir daí poderá selecionar que produtos irá vender dentro do marketplace. Seu produto será apresentado no site com uma indicação de sua loja para o consumidor final.

Quando alguma compra for realizada, você será responsável pela emissão de nota fiscal e operações logísticas, como a entrega do item. Dependendo do marketplace, você também é responsável por realizar o atendimento do cliente. O valor da venda entra na sua conta no prazo acordado com o marketplace, já descontado o comissionamento.

Como escolher quais produtos vender no marketplace?

A parte mais importante de vender online por meio de marketplaces é escolher os produtos certos para anunciar. Nem sempre os produtos que possuem maior desempenho em sua loja física serão os mais vendidos no e-commerce. Pesquise antecipadamente se existem produtos similares aos seus no marketplace e veja qual o alcance deles, se estão vendendo bem.

Você precisa de uma boa estratégia para se destacar frente à concorrência. Por isso, é muito importante dar atenção à itens como a descrição do produto, título e imagens apresentadas. Assim como você já faz com seu comércio físico, venda seu peixe da melhor forma possível e você já terá uma boa presença digital vendendo online.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *