Como contratar um contador? 9 dicas para não errar nesta escolha 

O contador é um profissional extremamente importante para qualquer empresa. É ele quem cuida dos registros contábeis, documentações de abertura e fechamento de empresas, declaração de impostos etc. Por conta disso, você precisa contratar um contador confiável e que facilitará a gestão do negócio. Quer saber como não errar na hora de escolher seu contador? Então confira: 

Verifique se o escritório está regularizado 

O primeiro passo para não errar na hora de contratar um contador é verificar se o escritório dele está regularizado. Infelizmente, muitos empreendedores ainda negligenciam esta verificação, o que pode trazer problemas no futuro. Isso porque a regularização desta área no mercado irá garantir serviços de qualidade. Além disso, na pesquisa você poderá verificar a idoneidade do escritório.  

Analise se o profissional é atualizado 

Mesmo sendo uma área tradicional, os profissionais da contabilidade também precisam se atualizar. Isso porque, um profissional atualizado faz mais do que prestar serviços. Ele pode ajudar a sua empresa com ideias e soluções de melhoria. Por isso, na hora de contratar um contador, verifique se o profissional mostra inovação.  

Veja se o contador é o mais adequado 

Outra dica para não errar na hora de contratar um contador é verificar se tem o perfil da sua empresa. Isso significa analisar alguns aspectos antes de fechar com este prestador de serviços. Como: valores, estrutura física e tecnológica do escritório, quantidade de colabores e clientes etc.  

Visite o escritório o quanto precisar 

Quando o assunto é contratar um contador, é essencial que você vá ao escritório dele quantas vezes precisar. Assim, você conhece o ambiente de trabalho do profissional. Além disso, poderá analisar o comportamento dele, que deve ser sério e profissional. Se o ambiente for estranho ou antiprofissional, saberá que não vale a pena a contratação.  

Converse com os outros clientes 

A melhor de saber se um serviço vale a pena é conversando com que já é cliente. Por isso, não tenha medo de conversar com quem já é atendido pelo escritório. Afinal, clientes que tiveram uma experiência ruim não irão indicar o serviço deste contador. Por outro lado, quem gostou dos serviços, poderá te dar mais segurança e confiança. 

Acompanhe os serviços prestados 

Além de contratar um contador, é preciso também acompanhar o trabalho que ele fará. Por isso, não deixe de fazer reuniões com ele – sejam presenciais ou à distância. Desse modo, o prestador poderá esclarecer todas as suas dúvidas. E, além disso, poderá entender melhor como ele ajuda o seu negócio, verificar documentações e comprovantes etc. 

Analise os canais de comunicação do escritório 

Analisar os canais de comunicação que o contador utiliza é essencial para um bom funcionamento do trabalho. Isso porque, ao contratar um contador, ele deverá ser acessível e estar disponível para conversar com você. Então, verifique o tempo de resposta dele, em quais canais ele atende e se existe algum suporte, por exemplo.  

Leia atentamente o contrato 

Toda ação que necessita de contrato precisa ser muito bem avaliada. E isso não é diferente quando o assunto é contratar um contador. Afinal, depois que o contrato é firmado, não tem como voltar atrás e cobrar por serviços que não estejam inclusos. Por isso, para não ter erro, leia atentamente cada cláusula e fique atendo aos serviços que serão contratados. 

Sempre tire todas as dúvidas 

O trabalho do contador é essencial para a organização das finanças e documentações. E, muitas vezes, não sabemos exatamente como ele irá trabalhar. Por isso, antes de contratar um contador tire todas as dúvidas que você tiver. Lembre-se que este profissional será uma peça chave para o seu negócio e precisa ser de confiança!  

Compartilhe:

Gestão de caixa: 8 erros que prejudicam esta organização 

A gestão de caixa de uma empresa pode não ser a tarefa mais fácil ou atraente de um negócio. Porém, ela é uma das mais importantes, pois é esta atividade que mostra as entradas e saídas da empresa. Ou seja, apontam os recursos financeiros que ela tem para se organizar e crescer. Mas existem alguns erros que podem prejudicar a gestão de caixa. Quer saber quais são? Então, confira:  Continue lendo “Gestão de caixa: 8 erros que prejudicam esta organização “

Compartilhe:

Como realizar transações financeiras com segurança?

Realizar transações financeiras sem sair de casa é uma das diversas facilidades que os smartphones possibilitaram. Hoje, do conforto do sofá, é possível realizar depósitos, transferências, pagamento de contas, conferir extrato etc. Mas, mesmo que as transações pela internet cresçam a cada dia e cada vez pessoas aproveitam desta praticidade, é preciso ficar sempre atendo. Por isso, separamos a seguir algumas dicas para você realizar transações financeiras com segurança sem correr o risco de golpes ou clonagem. Confira: Continue lendo “Como realizar transações financeiras com segurança?”

Compartilhe:

Reserva de emergência: como fazer a sua?

Como o próprio nome já diz, a reserva de emergência é o valor que precisamos ter em nossas mãos em momentos emergenciais. Estes momentos podem ser uma demissão imprevista, um acidente de carro ou mesmo um falecimento inesperado. Este recurso deve ser guardado para garantir que você pague suas contas sem perder o padrão de vida durante um imprevisto financeiro. Continue lendo “Reserva de emergência: como fazer a sua?”

Compartilhe:

Como reduzir custos em pequenas empresas?

Em um pequeno negócio, os custos do dia a dia e as despesas feitas sem planejamento podem fazer uma grande diferença no orçamento. Por isso, cortar gastos onde for possível torna-se essencial para economizar e ter um pouco mais de verba disponível para a empresa. Confira a seguir algumas dicas que ajudarão você a reduzir custos do seu estabelecimento. Continue lendo “Como reduzir custos em pequenas empresas?”

Compartilhe:

9 dicas de Gestão Financeira para pequenos negócios

Donos de pequenos negócios e novos empreendedores costumam focar na venda dos produtos e serviços, deixando de lado questões importantes como a gestão financeira. Mas este ponto é um dos pilares que sustentam um negócio e, por isso, merece ser bem planejado para que a empresa consiga crescer e prosperar. Para te ajudar, separamos 9 dicas de gestão financeira que podem ajudar o seu pequeno negócio a ter sucesso. Confira: Continue lendo “9 dicas de Gestão Financeira para pequenos negócios”

Compartilhe:

Preço de venda dos produtos: como calcular?

Uma coisa é certa: a maioria dos consumidores vai escolher comprar no seu estabelecimento ou não por conta do preço de venda dos produtos que você tem. Ou seja, o valor dos seus produtos ou serviços é um fator que determina se uma venda será fechada ou não. Mas isso não significa que você deva baixar os seus preços o quanto antes para atrair a clientela. Pelo contrário: a definição do preço de venda dos produtos é uma ação que precisa ser muito bem planejada e pensada pelo empreendedor, pois, caso o contrário, pode trazer prejuízos para o negócio. Continue lendo “Preço de venda dos produtos: como calcular?”

Compartilhe:

7 dicas para vender mais em menos tempo

Independente do ramo de uma empresa ou o seu tamanho, uma coisa é certa: ela só sobrevive se conseguir vender seus produtos ou serviços. Assim, fechar o negócio e realizar a venda é o objetivo de todo empreendedor e esta etapa sempre pode ser melhorada. Para te ajudar, separamos 7 dicas que você pode utilizar para fechar as vendas e ainda vender mais em menos tempo. Confira: Continue lendo “7 dicas para vender mais em menos tempo”

Compartilhe:

8 dicas para melhorar o controle financeiro da sua empresa

Para garantir que sua empresa tenha o caixa sempre equilibrado para os momentos de imprevisto, é preciso investir em um bom controle financeiro. Com esta gestão, é possível ter a noção real das entradas e saídas, reservas e riscos que podem impactar a saúde financeira de qualquer empreendimento. Por isso, separamos alguns passos para te ajudar a ter um controle financeiro ideal para o seu negócio: Continue lendo “8 dicas para melhorar o controle financeiro da sua empresa”

Compartilhe: