É muito mais interessante vender para quem já comprou de você

Em mercados de saciedade rápida, como moda, restaurantes, entretenimento e outras categorias de luxo, até os consumidores mais satisfeitos podem ser induzidos a comprar novamente. Isso porque objetos de desejo sempre se renovam e nunca deixam de ser desejados.

 

Com essa lógica, o caminho mais óbvio e mais fácil é a recompra. Seu primeiro passo é encorajar o consumidor a primeira vez, etapa que depende da qualidade de seus produtos, atendimento, atração a partir de canais que conversam com o consumidor e até local em que a loja se encontra. Depois disso, sua tarefa é convencer de que a recompra com você é um bomnegócio.  

 

Por que a recompra é tão lucrativa?

 

Apesar de ainda muito ignorado por diversas lojas, a recompra é crítica para as vendas. Custa mais caro e gera mais esforço conseguir novos consumidores do que reter os já existentes. De acordo com o Instituto Gartner, para conquistar um novo cliente é preciso investir de 5 a 12 vezes mais do que para manter um atual. E retenção de consumidores é sinal de vantagem competitiva.

Conseguir trazer 20 a 30% dos consumidores de volta às compras em seu comércio dentro de um mês é estar à frente no mercado. Manter a taxa de novos clientes crescendo e paralelamente fazer com que os antigos continuem comprando é a receita para aumentar a rentabilidade de forma exponencial.

 

O que vender para quem já comprou de você realmente significa?

 

Facilidade de compra, diversidade de formas de pagamento, descontos especiais para lançamentos ou datas comemorativas, incentivos, diferenciais da loja, diversidade de produtos, bom atendimento ao consumidor, valor satisfatório, cumprimento de prazos, qualidade, boa reputação, estratégias de pós-venda. Esses são os principais itens que fazem um consumidor antigo voltar a comprar de você.

 

Acima de tudo, a intenção de recompra é sinal de lealdade do consumidor. Esta lealdade anda lado a lado com o potencial de marca da sua loja. Sua marca gera paixão nos consumidores? Incentiva o engajamento e a conversa? Estabelece confiança nos processos antes, durante e depois da compra? Então não tem erro.

 

Conhecendo seu consumidor, conseguindo alguns dados com ele desde a primeira compra e mantendo um contato regular por email marketing, por exemplo, você mantém a relação viva para que a recompra aconteça sempre.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *