Por que é tão importante vender com nota fiscal

De um tempo para cá, temos ouvido muito sobre como é importante o fornecimento de nota fiscal na hora da venda. O erro de não usar nota fiscal cometido por tantas empresas e pequenos comércios por aí não traz nenhuma vantagem e ainda pode ser considerado crime. Entenda por quê a seguir.

Por que muitas empresas deixam de fornecer nota fiscal?

A principal justificativa das empresas para o não fornecimento de nota fiscal é a diminuição dos gastos com impostos. Ou seja, quando o valor vendido não é declarado por meio de nota na Receita Federal, os impostos são sonegados e o ganho é total.

Isso pode parecer um benefício incontestável, mas o não pagamento de impostos e a falta de declaração de determinados lucros da empresa geram problemas muito maiores lá para a frente.

Quais são os riscos de não utilizar nota fiscal?

Os riscos de vender sem nota fiscal são altos e não valem a pena. Quando uma empresa vende sem nota, ela deixa de registrar sua receita certa no fluxo de caixa. Sem essa informação, a análise sobre os números é prejudicada, considerando uma situação financeira diferente da real.

Ter um faturamento menor que o oficial, entre outras consequências, pode atrapalhar um pedido de empréstimo, já que não há como comprovar a capacidade financeira de honrar o compromisso.

Além disso, o maior risco pode ser o caixa 2. O caixa 2 indica uma contabilidade paralela, com a destinação de uma quantia em dinheiro que não aparece na contabilidade oficial. Em uma operação de compra e venda, se refere ao recurso pago por fora, sem registro em nota fiscal. O mesmo ocorrido em grandes desvios de recursos públicos, como o escândalo da Lava-Jato.

Então, qual a melhor alternativa?

Sempre vender com nota fiscal é a melhor alternativa. As altas cargas tributárias são realmente um problema para a maioria dos brasileiros, mas existem formas mais seguras de pagar menos impostos.

A principal delas está no planejamento tributário, onde o empreendedor pede informações e orientações do seu contador para definir qual será o regime de recolhimento de impostos utilizado por sua empresa.

Ser um gestor consciente significa agir dentro da lei sempre, emitir nota fiscal em todas as vendas e recolher os impostos de forma adequada, sempre com a ajuda de um contador que oriente para as melhores atitudes.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *