O que é ROI e como medir o seu retorno do investimento?

O ROI ou retorno do investimento se tornou popular nas últimas décadas como uma métrica de propósito geral para avaliar as compras de capital, projetos, programas e iniciativas, e também investimentos em ações e o uso de capital de risco.

Como o ROI é popular e amplamente utilizado, no entanto, tomadores de decisão e analistas devem lembrar que muitos dos que produzem números de ROI têm uma má compreensão da métrica. Se informe abaixo sobre as implicações do ROI para sua empresa!

O que é ROI?

 

O retorno do investimento ou ROI mede o ganho ou a perda gerada em um investimento em relação à quantidade de dinheiro investido. O ROI é geralmente expresso como uma porcentagem e é normalmente usado para decisões financeiras pessoais, para comparar a lucratividade de uma empresa ou para comparar a eficiência de diferentes investimentos.

A fórmula de retorno do investimento é:

ROI = (Lucro Líquido / Custo do Investimento) x 100

Como funciona o cálculo do ROI?

O cálculo do ROI é flexível e pode ser manipulado para diferentes usos. Uma empresa pode usar o cálculo para comparar o ROI em diferentes investimentos potenciais, enquanto um investidor poderia usá-lo para calcular o retorno de uma ação.

Por exemplo, um investidor compra R$ 1.000 em ações e vende as ações dois anos depois por R$ 1.200. O lucro líquido do investimento seria de R$ 200 e o ROI seria calculado da seguinte forma:

ROI = (200 / 1.000) x 100 = 20%

O ROI no exemplo acima seria de 20%. O cálculo pode ser alterado deduzindo impostos e taxas para obter uma imagem mais precisa do ROI total.

O mesmo cálculo pode ser usado para calcular um investimento feito por uma empresa. No entanto, o cálculo é mais complexo porque há mais entradas. Por exemplo, para descobrir o lucro líquido de um investimento, a empresa precisa rastrear exatamente quanto dinheiro entra no projeto e quanto retorna, analisando todas as fontes.

Um bom ROI deve superar o custo do investimento e a taxa mínima de atratividade. A taxa mínima é o retorno mínimo que a organização espera para investir em um projeto. A taxa mínima será para, no mínimo, ter o benefício de manter o dinheiro em segurança no banco e, no máximo, investir o dinheiro em outro lugar.

Por que isso importa?

O ROI é uma das taxas de rentabilidade mais utilizadas devido à sua flexibilidade. Dito isto, uma das desvantagens do cálculo do ROI é que ele pode ser manipulado, portanto, os resultados podem variar entre as pessoas. Ao usar o ROI para comparar investimentos, é importante usar as mesmas entradas para obter uma comparação precisa.

Além disso, é importante observar que o cálculo básico do ROI não leva tempo em consideração. Entretanto, obviamente é mais desejável obter uma recompra de + 15% em um ano do que em mais de dois anos, por exemplo.

O ROI é apenas uma das métricas que podem ser usadas para entender o quão saudável é sua empresa. Através de uma análise cuidadosa desses dados, você pode identificar as principais fontes de renda em sua empresa, os canais de comunicação mais eficientes para promover seu produto e se o desempenho de suas campanhas e vendas está indo conforme o planejado.

Só então você será capaz de chegar a estratégias que irão melhorar suas vendas de forma contínua e certificar-se de que seu empreendimento seja sustentável. Para ter uma análise assertiva do seu ROI, é importante diferenciar as métricas que realmente contribuem para o fortalecimento do seu negócio.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *