Planejamento estratégico: guia definitivo para não deixar para depois!

Planejar e executar bem ações é o que nos faz chegar a qualquer lugar: desde conseguir frequentar a academia duas vezes por semana até abrir um pequeno negócio. O nosso problema é manter o foco e organização para o primeiro item, de planejamento.

Especialmente quando estamos no início de um negócio, as ações vão sendo executadas à medida que aparecem como prioridade momentânea, sem a possibilidade de muito planejamento. Na correria dos primeiros meses, fica mesmo difícil para por uma semana para pensar em como essas tarefas poderiam ser melhor organizadas e realizadas para o benefício à longo prazo.

Com o tempo, entretanto, é crucial dar mais importância para a etapa de planejamento, estabelecendo uma hierarquia de ações e compreendendo as melhores formas de crescer sem prejuízos.

Por que toda empresa precisa do planejamento estratégico?

Para levarmos ações adiante em nossas vidas, ter um objetivo bem definido é a maior válvula propulsora. Quando não sabemos o propósito exato de determinada atividade, nossa motivação vai se esvaindo rapidamente, o impulso se acaba em poucas semanas.

Nas empresas funciona da mesma forma. Criar um planejamento estratégico a cada período de tempo (normalmente uma vez por ano), é como lançar uma bomba de energia dentro de nossas ações, delineando caminhos e métricas até alcançar um objetivo.

Mais do que isso, o planejamento estratégico funciona como ferramenta de consistência e credibilidade. Todos os passos do planejamento são definidos levando em consideração a missão e os valores do negócio, pautando todas as ações seguintes sobre esse caminho.

planejamento estratégico

Primeiros passos para o planejamento estratégico

Certo, deu para perceber a importância do planejamento estratégico para toda e qualquer empresa, mas como começar? É preciso alugar uma chácara e levar toda sua equipe para um local afastado por um fim de semana de imersão? Não necessariamente.

É importante sim reservar três dias ou uma semana de trabalho para focar exclusivamente no planejamento estratégico. Fazer isso em outro ambiente que não seja o escritório pode ser uma boa maneira de pensar com mais tranquilidade, planejar com calma e atenção. O importante mesmo é não deixar o planejamento para depois.

Abaixo você vê os primeiros passos para começar seu planejamento estratégico agora, sem enrolação:

Reúna as pessoas

Que pessoas? Aquelas que são responsáveis por processos de tomada de decisão. Podem ser os diretores ou gestores de cada área ou, se preferir, apenas você e seu sócio caso seja uma empresa menor. Lembre-se de estar aberto para ouvir e aceitar críticas e sugestões de cada uma delas durante o planejamento

Defina missão, visão e valores

Sua empresa ainda não tem esse trio de conceitos que define o caminho para todas as ações? Então é hora de criar. A missão define o objetivo pelo qual sua empresa existe, a visão determina onde ela quer chegar e os valores são as diretrizes seguidas por ela para chegar lá.

A melhor forma de definir todos eles é analisando todos os aspectos da empresa separadamente, anotando ideias e afunilando cada uma delas até generalizar em uma ideia principal onde todos os objetivos se encaixem. Se sua empresa já possui missão, visão e valores, o planejamento estratégico é uma boa hora para revisar se eles ainda estão de acordo com suas finalidades.

Tenha consciência das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças

Assim como para no planejamento financeiro, para planejar estrategicamente as próximas ações de sua empresa é preciso analisar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que a rodeiam, interna e externamente.

planejamento estratégico

A partir da análise SWOT você consegue determinar o que é preciso melhorar, porque ainda não foi melhorado e como mudar esse cenário para realizar os objetivos a seguir.

Estabelecer objetivos de curto e longo prazo

Chegamos na parte crucial: as ações. Depois de entender o que sua empresa quer alcançar daqui para frente, é preciso chegar em objetivos específicos para isso. O primeiro passo é definir o ciclo da sua empresa: para indústrias, um objetivo pode levar até 5 anos para ser alcançado, por exemplo.

Seus objetivos podem ser desde ter uma cultura colaborativa mais forte ou aumentar os lucros em x%. O interessante é escolher no máximo 5 metas cruciais de longo prazo, para depois destrinchar essas metas em passos menores à curto prazo, sempre estabelecendo responsáveis por cada atividade.

planejamento estratégico

Estipule métricas e indicadores

Uma meta não é um desejo ou sonho, é o resultado de pesquisa e relatórios operacionais. Ou seja, é preciso estipular números determinados, para serem alcançados em prazos determinado, por equipes determinadas. Essa é a etapa de eliminar conceitos abstratos, baseando cada ação em valores que podem ser medidos no passar do tempo.

Pronto, seu planejamento estratégico está montado! Agora não cometa o erro de esquecer que ele existe: crie um painel no seu escritório com os objetivos de longo e curto prazo em destaque, assim como os responsáveis por cada um deles e prazos. Lembre-se de revisar semestral ou bimestralmente as atividades e mudar sempre que necessário.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *